Dia 14 – FIRME-SE

“Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito, para que Cristo habite em seus corações mediante a fé; e oro para que vocês, arraigados e alicerçados em amor, possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus.”
Efésios 3:16-19

Uma bela tarde, meus netos e eu estávamos de farinha, açúcar e confeitos até os cotovelos. Os cortadores de biscoito favorito despertaram o artista em cada um deles. Acabados de assar os biscoitos cobertos com carinhas sorrindo, dinossauros e flores estavam agora prontos para serem devorados!
“Por que você não tem um biscoito?” Um dos meus netos perguntou enquanto eu servia suas criações especiais.
“Estou jejuando agora”, eu respondi.
Olhares perplexos se fixaram em mim.
“O jejum significa que eu estou desistindo algo de bom, neste caso, comida, por algo melhor, a oração!” – Expliquei. “É um tempo especial para orar e ouvir a Deus. Jesus e outras pessoas na Bíblia jejuaram regularmente.”
Finalmente, um deles disse: “Eu não ligo para o que você diz, jejum soa como sendo uma tortura para mim!”
Mais tarde naquela noite, o Senhor e eu demos uma boa risada sobre aquela resposta de um dos meus netos! Sim, às vezes, o jejum pode parecer uma tortura. No entanto, como eu tenho andado com o Senhor e Ele me chamou para participar com Ele em jejum após jejum, eu aprendi que a disciplina do jejum é pura alegria! Se uma refeição ou várias refeições, uma atividade ou disciplina, ou desisto de fazer algo diferente, cada jejum tem me trazido para mais perto do coração do Pai.
No Antigo Testamento, lemos que Daniel começou a jejuar pelo seu povo depois que ele soube de uma guerra no horizonte de Jerusalém. Depois que ele jejuou por 21 dias, Deus garantiu a Daniel a resposta à sua oração, que estava a caminho desde o primeiro dia em que ele começou a jejuar e orar. Através da perseverança na oração de Daniel e sua humildade em jejum, Deus providenciou uma mensagem, sua terra seria salva a partir dos problemas da guerra. Deus disse-lhe: “Quanto a você, siga o seu caminho até o fim. Você descansará, e então, no final dos dias, você se levantará para receber a herança que lhe cabe” (Daniel 12:13). O jejum de Daniel resultou em paz de espírito e confiança renovada em Deus. Quando nos associamos com Deus através da oração e do jejum, o reino das trevas não é páreo para a Sua força e poder.
O jejum não é apenas uma ótima opção para melhorar a sua vida de oração, é uma expectativa. Mateus 6:16 diz: “Quando jejuardes” e não “Se jejuardes.” Deus quer que vivamos uma vida de jejum, para que possamos crescer mais perto dEle. Às vezes é necessário cortar uma área de nossas vidas para que possamos dar a Deus toda a nossa atenção e ser moldado à Sua semelhança.
O jejum não tem que ser algo duro, é só pedir a Deus como e quando Ele quer que você faça isso. Jesus fez um jejum de alimentos por 40 dias no deserto, enquanto Paulo fez um jejum de comida e água por três dias após sua conversão. Deus pode direcioná-lo a fazer um jejum de uma refeição por dia, vários dias no valor de refeições ou de um grupo determinado de alimento.

O jejum nem sempre inclui comida, embora Deus pode chamá-lo a se abster das redes sociais, televisão ou uma saída com amigos para diversão. Não há receita pronta, apenas a vontade de Deus para a sua busca pessoal por Ele.

Há também muitas razões para o jejum. Daniel estava jejuando por uma resposta à oração, mas o jejum pode ser relevante em diversas áreas: para sair de uma sequidão espiritual, para se aproximar de Deus ou da unidade entre um grupo participando de um jejum coletivo.
Agora eu tenho de vir para o lugar onde eu vivo uma vida de jejum. Eu amo a parceria com Deus em romper os céus de bronze na minha vida de oração. Eu amo a diminuir, enquanto Ele cresce em todas as áreas da minha vida. Gosto de refletir sobre o que Ele me ensinou negando a alma e alimentando o espírito.
Gostaria de um avanço em seu relacionamento com Deus? Gostaria de vê-Lo e ouví-Lo em todas as circunstâncias? Gostaria de vencer o inimigo em áreas de sua vida? Bem, você pode. firme-se nEle, e busque-O com jejum.

“A oração é alcançar o invisível; o jejum é abandonar tudo o que é visto
e temporal. O jejum ajuda a expressar, aprofundar, confirmar a resolução de que estamos prontos a sacrificar tudo, até nós mesmos para alcançar o que buscamos para o reino de Deus.” Andrew Murray

ORAÇÃO
Pai, obrigado por nos dar um outro modo de entrarmos em Tua presença e nos ligarmos contigo e crescermos mais perto de Ti. Mostra-nos quando, por quanto tempo e modos de jejum. Dá-nos o Teu coração pelo mundo para que possamos torná-lo reino através do jejum e oração. Em nome de Jesus, amém.

ATIVAÇÃO
Pesquisar nas Escrituras os princípios de Deus para o jejum. (Quando foi que o povo de Deus jejuou? Por que eles jejuaram? Qual foi o resultado?)
Leia livros sobre jejum.
Ore e peça a Deus para lhe dizer como você deve jejuar.
Compartilhe o que você aprendeu e experimentou do jejum.

Para um estudo mais aprofundado: Daniel 9:3, Mateus 04:01, Mateus 6:16-18, Mateus 17:20-22, Atos 13:1-3, 1 Coríntios 7:4-6.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s