Culto – Príncipe da Paz, reina sobre nós e nos livra da fornalha…

yun_1149.jpg

Que maravilha é estar na presença do nosso Deus!
Hoje o nosso culto foi algo muito diferente, uma atmosfera fresca onde Deus se moveu de uma poderosa forma.
Iniciamos prostrados diante de Sua majestosa presença, clamando ao nosso Deus por graça e misericórdia, nos arrependendo e abrindo o nosso coração para Ele. Nos levantamos e começamos a glorificar Seu nome, sem som algum, somente o som das nossas vozes encheram o templo juntamente com a presença do Espírito. Neste momento entendemos mais uma vez que não precisamos de som algum para adorar a Deus, temos o nosso corpo, nossa vida.
A primeira canção foi “Cordeiro de Deus” (Pra. Ludmila Ferber – cd Coragem). Mãos levantadas e altos louvores inundaram nossa igreja hoje. Só de lembrar dá saudades. Ver o povo se rendendo ao Senhor, se quebrantando com lágrimas, tudo isso não tem preço.
Em seguida, sem quebrar a atmosfera, ensinamos a canção “Príncipe da Paz”(Diante do Trono 10). Lemos a projeção da letra e em seguida a cantamos pela 1ª vez. Deus continuou derramando Sua presença de forma extraordinária. No final cantamos o refrão só com a igreja e foi muito lindo.
As vozes se levantaram e glorificamos muito a Deus, sem parar. Parecia uma grande cachoeira, tanto louvor subindo ao Senhor.
A próxima canção a ser ministrada foi um antigo louvor, “Alfa e Ômega”, “Oh oh Alfa, Ômega, Cristo, Filho. Oh vem, oh vem, oh vem Senhor Jesus.”Aleluia! Foi um grande refrigério adorar a Deus com este cântico.
Uma palavra sobre oferta foi dada por um dos pastores da nossa igreja (Pr. Emanuel Castro).
Durante o ofertório cantamos “Grande é o Senhor”(Fernandinho – cd Faz Chover). Fomos tomados por grande alegria e prazer de celebrar ao nosso Deus.
Para fechar com grande estilo, nosso pastor (Pr. Fernando Gomes) nos propôs uma aliança, a aliança do sal, onde todos pegaram uma pitada de sal e colocaram num recipiente formando um grande monte de sal. E enquanto as pessoas vinhas à frente cantamos “Aguenta Firme” (Pra. Ludmila Ferber – cd Coragem) e “Deus de Promessas”(Toque no Altar).
No final o nosso pastor perguntou quem poderia voltar e pegar a sua parte de sal que colocou no recipiente, ninguém podia, pois ninguém sabia qual era porção de sal que tinha colocado ali.
Assim foi a aliança que fizemos, contando aqui, pra você pode até não ser nada, mas as palavras que foram liberadas ali e a presença de Deus que envolvia a todos foi sem igual.
Ao final das palavras liberadas pelo pastor no ato da aliança, todos fomos tomados por uma grande unção onde aplaudimos e gorificamos ao Senhor espontaneamente por uns 10 minutos. Aleluia!
Após esse momento, veio a ministração da Palavra de Deus, e o texto usado foi Daniel 3 todo, onde fala que Sadraque, Mesaque e Abede-Nego não se prostraram diante da imagem que o rei Nabucodonosor havia feito. Eles foram lançados na fornalha ardente, mas Deus os livrou. Palavra poderosa!
No final da Palavra, cantamos um antigo louvor, “Quem Pode Livrar”, enquanto isso pessoas vinham aceitar a Cristo como Salvador. Aleluia!!!!!!
Após a bênção apostólica, repetimos a canção “Príncipe da Paz”.
E todos fomos em paz para os nossos lares…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s